19 de agosto de 2015 | Convivendo com o Câncer, InORP Responde | câncer nivolumab tratamento

InORP Responde: Medicamentos importados

DÚVIDA Alguns pacientes estão fazendo uso do Nivolumab e adquirindo dos EUA. Se […]

DÚVIDA

Alguns pacientes estão fazendo uso do Nivolumab e adquirindo dos EUA. Se realmente houver necessidade de mudança do tratamento, minha escolha será com esse medicamento, mesmo sendo particular. É possível adquirir o Nivolumab dos EUA por intermédio do InORP? Se, inicialmente, eu começar o tratamento de forma particular, perco a chance de participar do estudo de acesso expandido, ou seja, realizar o tratamento gratuitamente?

 

RESPOSTA DO INORP

  • Frente aos resultados dos seus exames, feitos na semana passada, há necessidade de mudança de tratamento, pois ocorreu progressão da doença na vigência da terapia em andamento (quimioterapia sistêmica com Pemetrexede + Bevacizumabe + Zoledronato).
  • O Nivolumab é um novo medicamento que pode ser empregado na terapia do câncer de pulmão com metástases. Seu princípio se baseia na crescente imunoterapia que, nos últimos três anos, está mudando os paradigmas do tratamento de neoplasias. Contudo, não existe um modo de adquirir medicamentos diretamente dos EUA. Necessariamente, isso deverá ser feito por meio de uma “importadora”.
  • Não existem condições de compra direta pelo InORP ou qualquer outra instituição hospitalar, diretamente dos EUA, deste tipo de medicamento.
  • Quanto à compra direta da importadora, também não há como ser realizada pelo InORP, pois a grande maioria dessas empresas não disponibiliza nota fiscal, o que inviabiliza tal transação. Por isso, a aquisição é sempre feita de forma direta entre paciente e importadora. Havendo indicação e o medicamento ter sido encaminhado ao InORP, segundo normas de segurança usuais, é realizada a administração do remédio em questão. Atenção, esta norma somente vale para medicamentos não produzidos ou ainda autorizados pela Anvisa em nosso país;
  • Processos de compras e acesso expandido ao medicamento – no caso, cedido pela indústria BMS – podem ser excludentes. Isto é, se o paciente adquirir o Nivolumab por meio de uma importadora, não poderemos afirmar à BMS que ele não está recebendo o medicamento. Assim, a indústria pode exclui-lo do estudo de acesso expandido para uso – agora legal – do medicamento.
  • Nos EUA, os valores encontrados para adquirir o Nivolumab são: US$ 1.151,04 (dólares) por frasco de 40mg ou 4mL, e US$ 2.877,60 por frasco de 100mg ou 10mL.

 

Fonte: Aurélio Julião de Castro Monteiro

Médico oncologista – InORP (Instituto Oncológico de Ribeirão Preto)


Compartilhe

Deixe seu comentário:

+ comentários