26 de dezembro de 2017 | Convivendo com o Câncer, Notícias |

Pesquisa mostra que brasileiros sabem como evitar o câncer, mas não se previnem

Uma pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC)constatou que o […]

Uma pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC)constatou que o brasileiro tem um conhecimento razoável sobre o câncer, sabendo identificar alguns sintomas e fatores de risco, principalmente os de mama e próstata. Dentre os entrevistados, 40% disseram ter um conhecimento mediano sobre a doença e 26% afirmaram entender profundamente o assunto.

— As perguntas seguintes mostraram que as pessoas que disseram saber sobre o câncer, de fato tinham um conhecimento maior. Apesar disso, identificamos algumas lacunas no conhecimento da população que ainda precisam ser preenchidas — afirmou Claúdio Ferrari, diretor de comunicação da SBOC.

Mesmo apontando o cigarro como um dos principais vilões (93%), a maioria dos entrevistados não conseguiu associar o sobrepeso (27%) e doenças sexualmente transmissíveis (26%) como possíveis causadores da doença. Além disso, os participantes mostraram desconhecer os cânceres de intestino e de colo do útero (veja informações sobre eles abaixo), que têm grande incidência sobre a população brasileira:

— No câncer é fundamental ter o diagnóstico precoce. Para que isso aconteça é preciso que as pessoas saibam identificar os sintomas e façam os exames preventivos, como a colonoscopia e o papanicolaou — diz Ferrari.

De acordo com a pesquisa, o brasileiro tem um entendimento adequado de como evitar o câncer, mas ainda há resistência na hora de adotar todas as medidas importantes para uma vida saudável. Para Ferrari, o medo da doença (41%) não é o suficiente para mudar os hábitos de vida das pessoas:

— O que faz mudar é o ganho de bem-estar ao passar a se alimentar melhor ou praticar uma atividade física, por exemplo.

 

Fonte: Extra (https://goo.gl/R2X4zm)


Compartilhe

Deixe seu comentário:

+ comentários